Projeto Escola de Arte

Escola de Arte Cidade dos Meninos São Vicente de Paulo

Escola de Arte

A Fundação Inimá de Paula montou, em parceria com a Cidade dos Meninos São Vicente de Paulo, uma escola de arte que ofereceu cursos de Pintura Artística às crianças e jovens da instituição durante os anos de 2003 e 2004. A Cidade dos Meninos São Vicente de Paulo é um exemplo de amparo ao próximo, principalmente ao jovem em formação e que serve de modelo até a outros países em desenvolvimento. Além do grande orgulho de tomar parte, ainda que modestamente, em um projeto social dessa envergadura, a escola que ali funciona representa a concretização de um antigo sonho de Inimá, que desde a constituição da Fundação enfatizava a importância de realizar ações na área do ensino de arte, especialmente para crianças e jovens.

Dentre as atividades da Escola de Arte Inimá em 2004, destacamos:

– Aulas de Pintura Artística ministradas pela Prof. Márcia Meireles Santos para duas turmas, sendo, uma pela manhã, de 7 às 11h e outra à tarde de 13 às 17h, de segunda a sexta-feira para alunos de 13 a 18 anos.

– Seminários de Arte Conteporânea Moderna contendo em sua programacão aulas de criatividade, desenho, pintura, atividades afins e visitas à museus e galerias.

РExposic̣o dos trabalho feitos pelos alunos durante o primeiro semestre na Festa Junina da Cidade dos Meninos, dia 4 de julho de 2004.

– Exposição dos trabalhos selecionados no Espaço Cultural RM Sistemas, durante o mês de Setembro de 2004.

 

Leia abaixo uma entrevista na qual o Sr. Jairo Siqueira de Azevedo, Presidente da Cidade dos Meninos São Vicente de Paula, fala do funcionamento e alcance da Escola de Arte Inimá:

1. Presidente, gostaríamos de saber qual o papel da Fundação Inimá de Paula, no seu ponto de vista, ao manter um curso de arte para os jovens?

É a melhor coisa que nós podemos fazer para os jovens, pois dentre 2.000 jovens existem muitos talentos, muitas pedras que precisam ser lapidadas.

2. O Sr. acredita que as aulas de Pintura Artística venham a contribuir na formação futura dos jovens alunos, principalmente por serem adolescentes carentes sem conhecimento artístico, pois no Brasil infelizmente o universo da arte é para poucos?

Acredito que da Cidade dos Meninos sairão alguns artistas, pois apesar de serem jovens carentes, sentimos que eles possuem pendor para a arte.

3. É apenas um sonho ou realidade, que será pintado pelos próprios alunos de Pintura Artística um mural na entrada da Cidade dos Meninos?

Tenho preocupação com o mural, devido aos pichadores. Acredito que teremos muito desgosto vendo um trabalho tão bem feito ser estragado.

4. Quantos crianças e jovens a Cidade dos Meninos São Vicente de Paulo acolhe, dando-lhes moradia, alimentação e estudo?

São 1.600 internos, 400 semi-internos, 1.500 alunos no 2º grau e 1.500 alunos nos cursos profissionalizantes.

5. O Sr. tem planos para o futuro em relação a este grande empreendimento humanitário, educacional e social que é a Cidade dos Meninos São Vicente de Paulo?

Nosso trabalho não pode parar, pois a cada dia descobrimos mais pessoas necessitadas. Estaremos sempre lutando para atender um maior número de pessoas com maior qualidade no ensino.

 

 

Be Sociable, Share!